Registar-se!

Login

Recuperar password

Recuperar password? Indique o seu email. Receberá um link de recuperação da password no seu email

Captcha Clique na imagem para alterar os dados de segurança

Login

Registar-se!

Bem-vindo à Praça Pública da Eurostops Torne-se membro da comunidade Eurostops. O registo é grátis, assim como, a colocação de perguntas e respostas.

Rota pela Lusitânia | Aprovado!

(1)
  • Autor: Praça Pública
  • Elaborada: Abril 26, 2021 10:33 pm
  • Atualizada: Maio 30, 2021 10:17 pm
Categorias:
» extensão rota : 1 - 3 Dias
» grau dificuldade: Condução fácil

Copy the following HTML iframe code to your website:

  • Distance Instructions
Label
  • Distância 132.50 km
  • Condução 2 h 8 min
  • Média 63.5 km/h
  • Min altitude 168 m
  • Peak 477 m
  • Climb 824 m
  • Descent 597 m

Descubra algo realmente importante
É uma excelente escolha para um passeio de fim de semana. A capital da comunidade autónoma da Extremadura tem um legado arqueológico fascinante. Não é por isso de admirar que a cidade espanhola esteja listada como Património da Humanidade pela UNESCO!

1. Badajoz (ASA)

Altitude: 167 m
Endereço: Camino Viejo San Vicente, 2, 06007 Badajoz, Espanha

Badajoz, capital do município fronteiriço com Portugal, integra a região da Estremadura, destacando-se não só por ser a maior cidade desta comunidade autónoma como o principal centro económico da região. Fundada no ano de 892 durante a ocupação muçulmana reúne uma vasta riqueza e herança histórica bem presente no bairro histórico, de nome Casco Antigo onde se encontram os mais emblemáticos edifícios e locais a visitar.

A cidade tem vários exemplos de arquitetura moura e medieval, destacando-se a cidadela de alcáçova e a sua fortaleza.
A testemunhar também a importância desta cidade está o seu espólio e património religioso, visível nas inúmeras igrejas e espaços de cariz religioso, com especial menção para a Catedral e o Real Mosteiro de Santa Ana.

Hoje, as suas modernas infraestruturas coabitam com as históricas praças e fruto da proximidade com a fronteira portuguesa predominam os mais variados comércios e serviços, sendo a principal rua de comércio a Calle Menacho, onde se encontram as grandes cadeias nacionais e estrangeiras
GPS: 38.884678,-6.978381

2. Mérida (ASA)

Altitude: 218 m
Endereço: Calle Cabo Verde, 2, 06800 Mérida, Badajoz, Espanha

MÉRIDA, aqui tão perto!
Declarada Património da Humanidade pela UNESCO em 1986. Mérida é um município e cidade capital da comunidade autónoma da Estremadura espanhola
Emerita Augusta, atual Mérida, foi fundada pelo imperador romano Octavio Augusto no século I a.C. As maiores cidades lusitanas eram na altural, Aeminium (Coimbra), Conimbriga (Condeixa-a-Velha), Scallabis (Santarém), Olisipo (Lisboa), Ebora (Évora), Pax Julia (Beja), Ossonoba (Faro) e, as atualmente espanholas, Salmantica (Salamanca), Norba (Cáceres), Metellinum (Medellín).

O que visitar em Mérida
- TEATRO ROMANO
O teatro é construído sob o patrocínio de Agripa, genro de Augusto, entre os anos 16 e 15 a.C., quando a Colónia foi promovida a capital da província da Lusitânia.
- ANFITEATRO ROMANO
Erigido no século 8 a.C., como atestam as inscrições encontradas nas suas tribunas, o Anfiteatro foi palco de espetáculos muito populares: os jogos de gladiadores, as caçarias de feras e lutas entre animais selvagens, em cenários artificiais que recriavam bosques, selvas com lagoas ou desertos.
- TEMPLO DE DIANA
Tratasse de um templo de culto imperial situado ao fundo de uma grande praça que foi parcialmente nivelada, visto que se evidenciam vestígios de um criptopórtico nalgumas zonas. Da praça ainda se conservam lajes de mármore do pavimento, bem como os muros que a delimitavam e os tanques que flanqueavam o edifício.
- MUSEU NACIONAL DE ARTE ROMANA
Obra do arquiteto Rafael Moneo Vallés, com dimensões colossais, recria os grandes edifícios do período tardo-romano, como as termas de Diocleciano de Roma ou o mausoléu de Gordiano em Tessalónica. Dentro, podemos admirar uma das melhores coleções de escultura romana e mosaicos da península.
DICA:: O museu localiza-se junto ao Anfiteatro e Teatro Romano, a pouco mais de 10 min a pé da Área de Serviço para Autocaravanas, para ambas atações necessita aproximadamente entre 3-4 horas.
- AQUADUTO DOS MILAGROS – Este aqueduto colossal faz parte de uma condução hidráulica que trazia a água oriunda da represa de Proserpina ou Charca de La Albuera. É conhecido popularmente como “Los Milagros” devido à admiração que, o seu estado de conservação causava, tanto aos habitantes locais como a forasteiros, apesar das vicissitudes do tempo.
- CIRCUS ROMANO – É um dos circos melhor conservados do Império e também um dos mais grandiosos, como demonstra a sua dimensão, quatrocentos e três metros de comprimento e noventa e seis e meio de largura, e a sua lotação, que poderia ter chegado a ser de até trinta mil espetadores.
- PONTE ROMANA – Durante a época romana, o nome do rio era “Anas”, ao qual se juntou posteriormente o prefixo árabe “Guad” que significa rio. Ora bem, este rio tem uma ponte, “a ponte” como lhe chamavam os antigos, que é uma das mais compridas da antiguidade.
- ALCÁÇOVA ÁRABE – A finalidade deste recinto fortificado era múltipla: servir como sede das dependências administrativas omíadas e residência do governador local.
- MURALHAS, Plaza de España – Desde o seu ordenamento, na época dos Reis Católicos, a praça foi o lugar de mercado e onde se encontravam os tanques e fontes de água corrente.

PREÇOS
Conjunto completo: 15 € – 7,5 € (reduzido)
Teatro e Anfiteatro: 12 € – 6 € (reduzido)
Qualquer outro monumento: 6 € – 3 € (reduzido)
Bilhete reduzido: jovens até 17 anos, portadores do cartão jovem, estudantes até 25 anos, maiores de 65 anos ou reformados, pessoas com deficiências e membros de família numerosa
Entrada gratuita: menores até 12 anos
GPS: 38.919051,-6.336052

3. Cáceres (ASA)

Altitude: 395 m
Endereço: Av. de la Universidad, 2, 10004 Cáceres, Espanha

O centro histórico da cidade foi incluído na lista do Património da Humanidade pela UNESCO em 1986, sob o nome de “Cidade Antiga de Cáceres”. De facto entrar no centro histórico desta cidade é como fazer uma viagem no tempo, com vivências históricas e personagens contemporâneas. Fundada pelos antigos romanos, mantém vastas provas da subsequente ocupação por diferentes culturas. O centro histórico, Ciudad Monumental, inclui uma mistura de arquitetura gótica e renascentista, com ruas medievais calcetadas, casas fortificadas e palácios. Cercada por muralhas mouriscas do século XII, tem ainda cerca de 30 torres, algumas ocupadas por cegonhas que aí fazem os ninhos. Em 2016 tinha 95 814 habitantes.
O que visitar
É fácil descobrir os principais locais a explorar
– Arco de La Estrella, Concatedral de Santa Maria, Palácio dos Golfines de Abajo, Torre de Bujaco, Museu de Cáceres, Museu Árabe, entre outros.
É fácil visitar todos estes locais num dia (apesar de fecharem à hora da sesta) e as entradas têm um custo praticamente simbólico, que varia entre gratuito a cerca de 3 euros.
A Plaza Mayor, Arco de La Estrella, ruas e ruelas: todas as cidades espanholas têm uma praça central, onde gira a vida turística da cidade… Cáceres não é excepção!
- Torre de Bujaco: É em estilo árabe e foi construída no século XII sobre pilares romanos. Este local alberga importantes documentos e informações sobre a história da cidade, para além de oferecer umas vistas muito bonitas sobre todo o centro histórico, principalmente sobre a Plaza Mayor
- Concatedral de Santa Maria: trata-se da bonita Catedral de Cáceres, construída entre os séculos XV e XVI, em estilo romântico em transição para gótico
- Igreja de São Francisco Xavier: é uma igreja imponente e altiva, com a grande particularidade de poder subir às suas duas torres, com a promessa de se poder apreciar umas bonitas vistas
- Museu de Cáceres e o Bairro Judeu: é o principal museu da cidade e a entrada é gratuita.
- Casa Árabe – É uma casa-museu, pois o seu interior retrata na íntegra o interior de uma casa árabe, quer em termos de arquitectura, quer de decoração

A Área de serviço para Autocaravanas localiza-se a pouco mais de 500 metros da zona histórica de Cáceres.
GPS: 39.4804,-6.36649

Descubra algo realmente importante
É uma excelente escolha para um passeio de fim de semana. A capital da comunidade autónoma da Extremadura tem um legado arqueológico fascinante. Não é por isso de admirar que a cidade espanhola esteja listada como Património da Humanidade pela UNESCO!