Registar-se!

Login

Recuperar password

Recuperar password? Indique o seu email. Receberá um link de recuperação da password no seu email

Captcha Clique na imagem para alterar os dados de segurança

Login

Registar-se!

Bem-vindo à Praça Pública da Eurostops Torne-se membro da comunidade Eurostops. O registo é grátis, assim como, a colocação de perguntas e respostas.

Rota pela Ria de Aveiro | Com os pés na água

(1)
  • Autor: Praça Pública
  • Elaborada: Abril 30, 2021 7:18 pm
  • Atualizada: Maio 30, 2021 8:25 am
Categorias:
» extensão rota : 1 - 3 Dias
» grau dificuldade: Condução fácil

Copy the following HTML iframe code to your website:

  • Distance Instructions
Label
  • Distância 76.80 km
  • Condução 7 h 38 min
  • Média 4.0 km/h
  • Min altitude 0 m
  • Peak 61 m
  • Climb 390 m
  • Descent 381 m

A Ria de Aveiro formou-se no século XVI, como resultado de um recuo do mar e, posteriormente, uma formação de cordões litorais e que originaram uma laguna. Constituiu-se assim um dos mais importantes e maiores acidentes geográficos da costa portuguesa. Mas tal nunca teria sido possível sem a existência do rio Vouga. Ao longo do seu percurso, vai distribuído riquezas pelas terras onde passa. Mas é depois de passar a vila de Cacia, que as suas águas se ramificam num sem número de canais de terreno baixo, onde coexistem ilhas e ilhotas, dando início à formação da Ria tal como a conhecemos.

1. Aveiro (PE)

Altitude: 3 m

Aveiro é detentora de uma paisagem natural e urbana única, dominada pela Ria de Aveiro e os braços de água que penetram o espaço urbano e que marcaram de forma permanente a história, o património, a cultura e a identidade local.

A bordo de uma das embarcações típicas, onde se destaca o barco Moliceiro, aproveite para conhecer a cidade através dos canais que, ao pôr-do-sol, passam de cor prata a cor de ouro com o reflexo dos raios solares. Existem outras modalidades de transportes turísticos disponíveis que o poderão levar num passeio mais alargado para conhecer a restante cidade e os seus principais núcleos de interesse turísticos, como o bairro típico de pescadores e marnotos, o Bairro da Beira-Mar, a antiga zona nobre da cidade, outrora muralhada, o Bairro do Alboi, o Cais da Fonte Nova ou a Universidade de Aveiro, um verdadeiro museu de arquitetura portuguesa contemporânea ao ar livre.
O estacionamento recomendado para Autocaravanas localiza-se a poucos metros das principais atrações turistas.
GPS: 40.643810, -8.659180

2. Costa Nova (PE)

Altitude: 1 m

Parte do colorido e da beleza de Aveiro é indissociável dos famosos palheiros da Costa Nova. Estas construções típicas, utilizadas originalmente pelos pescadores da zona para guardar os materiais de pesca, foram sendo aproveitados ao longo dos anos como casas de veraneio. Implantadas à beira da praia, saúdam o mar com as suas fachadas pintadas de riscas de cores garridas. Deixe-se conquistar pela simplicidade calorosa do espírito piscatório da Costa Nova, ainda tão presente nos seus areais, e descubra a praia, a povoação e a história desta região. E descobrir as praias vizinhas da Vagueira ou de Mira. Uma verdadeira viagem no tempo!
GPS: 40.612400, -8.749320

3. Vagueira (ASA)

Altitude: 5 m

De um lado está o mar; do outro, a ria. A localização é um trunfo da Vagueira. Mas é preciso ir lá experimentar os desportos náuticos, saborear os peixes e mariscos e, acima de tudo, conhecer as pessoas, para perceber por que lhe chamam “a melhor praia do mundo”
GPS: 40.564880, -8.766770

4. Museu Vista Alegre - Ilhavo

Altitude: 8 m

O novo museu pretende mostrar a história da fábrica, a evolução estética da produção de porcelana e a sua importância na sociedade portuguesa nos séculos XIX e XX, através de um dos mais completos espólios museológicos do género, que conta com mais de 30.000 peças.
GPS: 40.592470, -8.682860

5. Ílhavo (ASA)

Altitude: 15 m

Saiba tudo o que pode visitar em Ílhavo no portal do Turismo
»» http://www.visitilhavo.pt/locais-a-visitar/centro-urbano-de-ilhavo
GPS: 40.596395, -8.661804

6. Fermentelos (Pq Merendas)

Altitude: 8 m

Conhecida por Pateira de Fermentelos, trata-se da maior lagoa natural da Península Ibérica. Área sensível e importante zona húmida da REDE NATURA 2000. Aí ocorrem habitats, ecossistemas e espécies com estatutos de protecção nacional e internacional. É na lagoa que o visitante encontra o espaço natural e as suas componentes biofísicas. O espaço dispõe de grande parque de merendas para um dia em cheio,
GPS: 40.572220, -8.515580

7. Aveiro (ASA)

Altitude: 16 m

Regresso a Aveiro
GPS: 40.643441, -8.639362

A Ria de Aveiro formou-se no século XVI, como resultado de um recuo do mar e, posteriormente, uma formação de cordões litorais e que originaram uma laguna. Constituiu-se assim um dos mais importantes e maiores acidentes geográficos da costa portuguesa. Mas tal nunca teria sido possível sem a existência do rio Vouga. Ao longo do seu percurso, vai distribuído riquezas pelas terras onde passa. Mas é depois de passar a vila de Cacia, que as suas águas se ramificam num sem número de canais de terreno baixo, onde coexistem ilhas e ilhotas, dando início à formação da Ria tal como a conhecemos.

Deixar resposta

Captcha Clique na imagem para alterar os dados de segurança